Onde não puderes amar não te demores

Onde não puderes amar não te demores

Onde não puderes amar não te demores, é a latência do corpo do intérprete feito palavra da poeta. Na continuidade do trabalho assente na criação de objetos performativos desenvolvidos a partir de textos não dramáticos, Daniel Gorjão | Teatro do Vão, explora desta vez cartas escritas por Frida Kahlo ao longo da sua vida. Tendo no último projeto encenado um texto clássico da dramaturgia mundial, volta agora a um objeto íntimo, trabalhando assim a partir de um imaginário estético reconhecido por todos e criando uma dramaturgia-coreografia para um ator que se exporá na intimidade e na multiplicação visível das várias ideias de Frida.
É do imaginário de uma figura intemporal que se compõem estas cartas, na premissa de um corpo que sobrevive à sua condição física e que se perpetua para além de uma geografia e de um tempo.

 

Ficha Artística

direcção artística DANIEL GORJÃO | dramaturgia MARIA JORGE | interpretação JOÃO VILLAS-BOAS| apoio ao movimento MARIA CARVALHO | desenho de luz e direção técnica SARA GARRINHAS |música original e sonoplastia MIGUEL LUCAS MENDES
|teaser e imagem promocional MIGUEL LEITÃO|figurinos  JFD  ideias and details | execução figurinos ATELIER TERESA CAPITÃO | produção executiva MÓNICA TALINA | produção Teatro do Vão

acolhimento e apoio Teatro da Garagem

apoio | JFD Ideas and Details, Atelier Teresa Capitão, Pinguim Púrpura – Associação Cultural e Polo Cultural Gaivotas | Boavista

apoio à divulgação | RTP2Antena2 

agradecimentos | VIDEOLOTION, João Almeida e Maria João Vicente

M/16

 

Estreia 

6 a 9 de Dezembro de 2018 – Teatro Taborda| Teatro da Garagem

Reposição

7 a 10 de Fevereiro de 2019 – Teatro Taborda| Teatro da Garagem

Cock

Cock

Cock, quando o desejo nos comanda a vida.

Uma palavra. Eu. John está farto da sua relação e pede um tempo ao seu namorado, quando acidentalmente conhece uma mulher como tantas outras que se cruzam com ele a caminho do trabalho. Duas palavras. Eu e Ela. O desejo fala mais alto. Três palavras. Eu, Ela e Ele. O desejo não o larga, por ela, por ele, por se ver projetado nestas duas pessoas, a que o conhece e a que o descobre. Cheio de culpa e indecisão, acede a que a única forma de resolver o seu problema é juntar o ex-namorado e a rapariga que acabou de conhecer. Um triângulo em completa tensão, que levanta questões sobre o amor, o desejo e a identidade.

 

Ficha Artística

texto MIKE BARTLETT | tradução e fotografias MARCO MENDONÇA | encenação e direção plástica DANIEL GORJÃO | interpretação JOÃO CACHOLA, LUÍS GARCIA E MARIA JORGE | figurinos CATARINA LA FERIA | desenho de luz e direção técnica SARA GARRINHAS | montagem de cenário e apoio técnico JOÃO FIGUEIREDO DIAS | produção executiva MÓNICA TALINA | comunicação SHOWBUZZdesign MADALENA MARTINS

apoio GTIST, Teatro da Garagem e Polo Cultural Gaivotas | Boavista 

agradecimentos Teatro Praga, SérgioQuim, Diogo Zózimo, João Cristóvão Leitão , Anaísa Guerreiro
Estreia 

7 de Setembro a 1 de Outubro – Sala do GTIST [Grupo de Teatro do Instituto Superior Técnico]

 

reservas  : 918 970 961 / producao@teatrodovao.com

Júlia

Júlia

Interessa refletir sobre o ser humano, ele próprio, na sua  promiscuidade, na sua intimidade, na sua totalidade. Despir o Jean e a  Júlia como forma de nos despirmos todos para nos permitirmos olhar para o fundo de nós, sem saber o que iremos encontrar e como reagiremos a essa revelação.
Interessa o motor dessa paixão, o desejo bruto que nos atrai uns para os outros como animais ferozes e quebra todas as barreiras, para chegarmos ao outro e para chegarmos a nós próprios. O desejo que é febril e no qual nos perdemos. Pelo qual nos entregamos. No qual nos revelamos da forma mais crua.

 

Ficha Artística

direcção artística e plástica Daniel Gorjão | assistência de encenação Maria Jorge | interpretação João Villas-Boas e Teresa Tavares | vídeo João Cristóvão Leitão | música original e sonoplastia Miguel Lucas Mendes | desenho de luz Sara Garrinhas | apoio vocal Luis Moreira | apoio ao movimento Maria Azevedo Carvalho | execução de cenário JFD Ideas and Details | execução de figurinos Jaqueline Roxo | produção Mónica Talina | assessoria de imprensa ShowBuzz | fotografia Rui Palma | fotografia de cena Bruno Simão

coprodução | Teatro do Vão, RTP 2 e São Luiz Teatro Municipal

apoio | JFD Ideas and Details e Polo Cultural das Gaivotas | Boavista

 

Estreia 

28 de Abril a 7 de Maio de 2017 – São Luiz Teatro Municipal

Digressão

30 de Setembro de 2017 – Centro Cultural de Ílhavo -Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré

data a definir – Teatro Municipal de Bragança